Homem acha envelope com R$ 3 mil na Bahia, devolve a dono e recusa recompensa: ‘Obrigação’

Um morador da cidade de Teixeira de Freitas, na região sul da Bahia, encontrou um envelope com R$ 3 mil no estacionamento de um shopping, procurou o dono do dinheiro para fazer a devolução e ainda recusou a recompensa dele pela boa ação.

O topógrafo Arnaldo Souza, 34 anos, que encontrou a quantia, diz que foi a um shopping na última sexta-feira (8), pagar um boleto, e que quando estava de saída do estabelecimento, viu o pacote no chão.

“Pensei que fosse um lixo comum. Dei um chute e percebi que tava um pouco pesado. Aí, eu decidi me abaixar para pegar. Entrei no meu carro, abri o pacote e vi o dinheiro. Tentei contar, mas era muito”, disse Arnaldo ao G1.

Ele afirmou que ainda ficou no local por cerca de 30 minutos esperando o dono do dinheiro voltar, mas ele não apareceu. No pacote, estava escrito o nome “Juliano”.

“Fiquei esperando para ver se alguém chegava, mas não pude ficar mais de 30 minutos porque tinha um compromisso. Tive que ir para casa almoçar, e depois segui para o trabalho. Mas avisei a minha mulher e aos meus sogros que tinha achado o dinheiro, e pedi que procurassem nas redes sociais para ver se alguém tinha postado algo”, destacou.

A mulher de Arnaldo então fez uma pesquisa na internet e viu um post com relato sobre o dinheiro perdido. A namorada de Juliano, o dono do dinheiro, postou no Facebook uma mensagem perguntando se alguém teria informações sobre o caso.

“Ela dizia na mensagem que o Juliano tinha perdido o envelope com o dinheiro nas proximidades do shopping, na sexta, por volta das 12h, praticamente no mesmo horário que eu encontrei o dinheiro. Foi então que eu decidi entrar em contato. Tentei ligar, não consegui. Mandei uma mensagem para ela no privado e pedi que entrassem em contato comigo”, disse Arnaldo, que é casado e tem um filho de um ano e seis meses.

O Juliano do envelope era Juliano Silva, de 17 anos, que trabalha na cidade em uma oficina mecânica. Ele disse que juntou todo o dinheiro para comprar uma moto e que, no dia em que perdeu o envelope, estava justamente indo fazer a aquisição do veículo.

“Eu passei no shopping para sacar o dinheiro e depois fui no cartório, para passar a documentação da moto para o meu nome e pagar o dinheiro ao dono do veículo. Mas quando eu cheguei no cartório e percebi que tinha perdido, bateu o desespero. Fui em casa dez vezes e nada de encontrar”, destacou.

Após o post da namorada de Juliano, ele se encontrou com Arnaldo no dia seguinte, no sábado (9), no local onde Juliano trabalha, e o dinheiro foi devolvido a ele.

Quando eu devolvi o dinheiro, ele ficou pasmo, porque não esperava que isso fosse acontecer. Outras pessoas, no meu lugar, poderiam pegar o dinheiro, mas os meus princípios falaram mais alto. Em nenhum momento pensei em usar qualquer quantia que fosse para me beneficiar”, disse Arnaldo.

“Eu fiquei surpreso quando ele chegou para me devolver, porque nem todos fariam a mesma coisa. Agradeci muito e ofereci a recompensa. Iria dar R$ 500 a ele, mas ele recusou”, disse Juliano.

Notícias Relacionadas

Leave a Comment