Tecnologia 2G é desligada em Guanambi e cidades da região

A empresa de telefonia móvel Vivo encerrou sua rede 2G, na última terça-feira, 18 de setembro, na cidade de Guanambi e outras da região. Quem não tiver se adequado vai ficar sem usar o aparelho de celular. Conforme informação da Vivo, esse tipo de tecnologia já estava ultrapassado e desatualizado.

Além de Guanambi, o sinal deixou de funcionar nos municípios de Palmas de Monte Alto, Malhada e Carinhanha. A tecnologia 2 G era mais usada por moradores da zona rural, já que o sistema é mais potente, porém com menos qualidade.

Segundo informação da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), essa tecnologia precisar ser reaproveitada o espectro usado atualmente no 2G, de 1,8GHz, para a expansão do 4G. A faixa de 700 MHz é usada hoje por radiodifusores e é responsável pela TV analógica.

A tecnologia 2G de telefonia móvel começou na década de 1990 com a implantação do sinal digital, e até hoje é utilizado em várias partes do mundo. Sua grande evolução em relação à tecnologia anterior foi a troca do sinal analógico pelo sinal digital, que permitiu decodificação e mobilidade das linhas. Ele utiliza principalmente o GSM (Global System for Mobile Communications), TDMA e CDMA.

Já o 3G, cobre 98,3% do território brasileiro, e somam mais de 108 mil usuários ativos. Na mesma vertente, o 4G vem ganhando força e adeptos em todo o mundo. Com a peculiaridade do mercado brasileiro, esta tecnologia ainda é restrita. Apesar do crescimento de smartphones aptos ao 4G, a realidade para crescimento da estrutura ainda é de alto custo e sinal mais fraco que do seu predecessor.

Por: Folha do Vale

Notícias Relacionadas

Leave a Comment